HÁ DIFERENÇA ENTRE HOMENS E MULHERES NA ESCOLHA POR ALIMENTOS DE ALTA DENSIDADE CALÓRICA EM UM CONTEXTO DE RESTRIÇÃO ORÇAMENTÁRIA?

Breno de Paula Andrade Cruz, Steven Dutt Ross, Nathália Cândido da Silva

Resumo


Este estudo verifica se existe diferença entre homens e mulheres em uma situação de restrição orçamentária quando comparados sob a ótica da quantidade de calorias escolhidas no momento de escolha dos produtos. Os resultados apontam que (i)  com R$ 10,00 e R$ 50,00 um mesmo indivíduo tem em média um consumo hipercalórico de 180 Kcal a mais por real gasto; (ii) homens e mulheres têm o mesmo comportamento em relação à densidade calórica dos alimentos com R$ 10,00, mas têm comportamentos diferentes com R$ 50,00; e, homens com menor IMC escolhem alimentos hipercalóricos quando comparados às mulheres ou a homens obesos. 


Palavras-chave


Consumo Hipercalórico; Obesidade; Restrição Orçamentária

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.