Base de Periódicos Brasileiros: uma análise de acordo com a Qualis/Capes

TAISE FÁTIMA MATTEI

Resumo


A publicação de artigos em periódicos tem sido a forma mais utilizada para se realizar a comunicação científica. Os pesquisadores buscam publicar em periódicos qualificados devido ao reconhecimento que isso proporciona. Diante disso, o objetivo geral do artigo é analisar a base de periódicos brasileiros do SciELO e descobrir quais são as áreas de avaliação da Capes que possuem as melhores classificações de acordo com os estratos avaliativos da Capes. Especificamente, procura-se descobrir quais são os periódicos que recebem os melhores estratos avaliados pela Capes e descobrir quais são os estados brasileiros de origem dos periódicos que mais se destacam em quantidade de periódicos publicados. A escolha da base de periódicos brasileiros do SciELO se justifica por ser uma base amplamente utilizada pelos pesquisadores brasileiros. Os dados são provenientes da pesquisa QUALI da CAPES utilizando a base de periódicos brasileiros do SciELO referente a maio de 2015. Os resultados sugerem que as áreas que possuem o maior número de periódicos publicados são as áreas Interdisciplinar, Saúde Coletiva e Medicina II. Sendo os periódicos classificados com estrato A1 aqueles considerados melhores qualificados, a área Interdisciplinar se destaca como a área que mais possui periódicos classificados com estrato A1. Os estados brasileiros de origem dos periódicos que mais se destacam em quantidade de periódicos publicados são o estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná.

Palavras-chave


Áreas de avaliação; Estratos; SciELO; CAPES.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.