A ETNOGRAFIA COMO METODOLOGIA DE ANÁLISE DA POLÍTICA: DILEMAS E PERSPECTIVAS DO TRABALHO DE CAMPO

Bergson Morais Vieira

Resumo


Nas ciências sociais, há uma atenção renovada à etnografia política, um método de pesquisa que se baseia em fechar-se a observação em tempo real dos atores envolvidos nos processos políticos, às vezes até mesmo ampliar a definição desses processos indo além das categorias de Estado, da sociedade civil e movimentos sociais. Essa artigo analisa as contribuições que o método etnográfico trouxe para análise do fenômeno político. Para dar conta dessa proposta, o presente texto desenvolve uma discussão a partir de uma perspectiva sócio-antropológica em que a política passa a ser vista como um fenômeno relacional capaz de se manifestar em diferentes espaços (formal e informal). É possível dizer que a etnografia nas análises do fenômeno político permite responder a uma série de perguntas simplesmente não acessíveis por outros meios, seria como olhar o fenômeno de perto, dentro de um prisma microscópico capaz de perceber o fenômeno no momento em que acontece e nos espaços em que ocorre. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.