DIFERENÇA QUE CONTA: UM ABORDAGEM DE GÊNERO NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Mariana Dórea F Pinto, Maria Helena Santana Cruz

Resumo


O estudo tem a finalidade de verificar a existência de desigualdade de gênero nas opiniões emitidas por docentes mulheres e docentes homens da Universidade Federal de Sergipe (UFS) no curso de Ciências Contábeis. O método do Estudo de Caso foi considerado adequado ao tipo de análise qualitativa, objetivando capturar o esquema de referência e a definição da situação dos(as) participantes em estudo e identificar fatores particulares ao caso e que possam levar a compreensão do fenômeno. O acesso aos(as) 14 docentes homens e mulheres do curso de Ciências Contábeis, ocorreu através de questionários com questões abertas e fechadas, no período de 1 de agosto de 2015 a 8 de novembro de 2015. Os resultados indicaram que há formas sutis de discriminação profissional, entre outros, das mulheres no curso de Ciências Contábeis, exigindo delas esforço adicional para terem o mesmo reconhecimento que os homens.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.