EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS E FAMILIAR - UTFPR

maclovia correa silva, Ruy Rossi Pelini

Resumo


Os produtos industrializados e as técnicas de venda transformaram as pessoas em consumidoras de tecnologia e de ciência. Bens como o automóvel e o telefone celular, com múltiplas funções, objetos de desejo, são considerados importantes na rotina das pessoas. Porém, os limites de expansão do consumo atribuídos pela sociedade se esbarram no montante dos ganhos e por diferentes maneiras de gerir as finanças pessoais e familiares. O processo de aquisição conceitual em educação financeira (EF) para gestão das finanças pessoais e familiar é um dos meios de equilibrar o orçamento, e envolve comprometimento de práticas regulares na organização de receitas, despesas e investimentos. Neste universo se entremeiam o dinheiro, as crenças, os sonhos, as perdas, os ganhos, as fantasias e a racionalidade. Na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR – Câmpus Curitiba) foram feitas oficinas de EF para analisar os diferentes perfis de comportamento financeiro e introduzir conteúdos que agilizassem a ferramenta intitulada orçamento pessoal e familiar. A metodologia foi qualitativa e os participantes se mostraram interessados em usar o dinheiro não somente pela emoção mas também explorando a razão.  Conclui-se que a visão interdisciplinar da EF é fundamental para entender as decisões de consumo, investimento e financiamento como frutos da construção social em que participam as ciências da economia, a contabilidade, o marketing, a sociologia, a antropologia, a história, a psicologia, a informática e a educação. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.