CINEMA AFRICANO: ESPAÇO DE CRIAÇÃO ESTÉTICA

Maria Geralda de Miranda

Resumo


Vários estudiosos já observaram que o cinema ao longo de sua história tem se caracterizado como uma experiência não apenas estética, mas, sobretudo, política. A sua dimensão político-cultural se manifesta de várias maneiras, seja proporcionando experiências cinematográficas diferentes dos modelos empreendidos em hollywood, seja traduzindo pedagógica e esteticamente temáticas sociais e humanas de cunho universais. Este trabalho, de maneira incipiente e sucinta, faz um estudo de algumas características presentes no cinema africano realizado em países de Língua Portuguesa e indaga acerca de uma possível “estética oralizante” presente em tais criações artísticas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.