O Turismo como Ferramenta de Transformação: Traçando Caminhos para a Paz

Eduardo Rocha, Laura Sinay, Rejane Prevot

Resumo


O turismo é atualmente uma atividade humana extensamente difundida, de desenvolvimento acelerado e, sobretudo, um grande gerador de riquezas, se planejado para tal. Pessoas deslocam-se temporariamente com cada vez mais facilidade, consumindo produtos dos mais diversos segmentos do mercado turístico e tendo ampla oportunidade de contato com outras vivências e culturas. Observando esse deslocamento no espaço e tempo inserido em um contexto global inflamado por conflitos de níveis diversos, este artigo analisa possíveis funções do turismo na busca pela paz, a partir de uma pesquisa quantitativa com 425 universitários de todo o Brasil, tendo como referência o projeto Caminho de Abraão, da Universidade de Harvard, que se propõe a mediar parte dos conflitos do Oriente Médio a partir de uma rota turística. O presente trabalho fundamenta-se na literatura relacionada ao projeto, bem como no diálogo entre referências em turismo, paz e experiência.  Verificou-se, a partir do estudo realizado, o nível de reconhecimento da prática turística enquanto possível ferramenta de união, indicando a possibilidade de utilização da lógica da aplicabilidade do projeto de Harvard em outros cenários.

Palavras-chave


turismo; paz; caminho de abraão.

Texto completo:

PDF