Políticas cicloinclusivas no planejamento do turismo no Brasil: uma análise sobre as cidades sede da Copa do Mundo FIFA 2014.

Juliana DeCastro, Luiz Saldanha, Lorena Freitas, Ronaldo Balassiano

Resumo


O turismo, enquanto fenômeno espaço temporal com multidimensões (econômica, sociocultural, ambiental e política) cria demandas por transportes não somente para acesso aos destinos, mas também no contexto intra-urbano.  Com vistas ao desenvolvimento de destinos turísticos de acordo com os pressupostos da sustentabilidade, entende-se o incentivo ao uso da bicicleta como uma oportunidade na busca por modos menos poluentes e socialmente mais inclusivos. O presente estudo exploratório visa analisar as políticas cicloinclusivas e apresentar o panorama brasileiro a partir de um recorte sobre as cidades sede da Copa do Mundo FIFA de 2014. Os resultados evidenciam que o uso de bicicletas nas perspectivas das políticas de mobilidade e de turismo podem auxiliar no tratamento da cicloinclusão como aporte para os destinos turísticos brasileiros avançarem em termos de sustentabilidade.

Palavras-chave


bicicleta; políticas públicas; mobilidade urbana; turismo; sustentabilidade

Texto completo:

PDF