NEOPLASIAS BUCAIS EM INDIVÍDUOS IDOSOS NO BRASIL: REVISÃO INTEGRATIVA

Mariela Mamani Peralta, Magali de Lourdes Caldana, Roosevelt da Silva Bastos, José Roberto de Magalhães Bastos, Heitor Marques Honório

Resumo


Devido à mudança demográfica do Brasil, a população de idosos torna-se o novo grupo de risco das neoplasias bucais. O objetivo foi descrever a frequência e tipos de neoplasias bucais desta população nos estados do Brasil. A estratégia de busca foi utilizada nas bases de dados: MEDLINE/PUBMED, BVS, LILACS, BBO, ADOLEC e IBECS, obtendo 495 e selecionando 11 artigos. Os estudos incluídos foram realizados entre 1985 até 2012. O tipo histológico mais frequente foi o carcinoma espinocelular, ameloblastoma, carcinoma adenoide cístico e carcinoma de células acinares. Verificamos que tem uma vasta literatura mas existem poucos trabalhos realizados relacionando as neoplasias bucais e os idosos brasileiros.

 

Palavras-chaves: Neoplasias bucais, Idosos, Brasil


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.