PREVENINDO O SUICÍDIO: EXPERIÊNCIA DE ESTUDANTES DE MEDICINA EM UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO SOCIAL

Guilherme Paulo Filho, Daniel Teixeira dos Santos, Karina Gonçalves Medeiros, Maria Eduarda Roche, Isabella Gomes, Danielle Costa de Souza

Resumo


a Organização Mundial da Saúde (OMS) define suicídio como oato humano de dar fim à própria vida, podendo este ser compreendido como uma tentativa de resolução de adversidades da vida, tidas como responsáveis por grande sofrimento, desilusão e desespero, sendo de extensa importancia a discussão desse tema. Dados desta mesma organização apontam para um aumento de 60% nos indices de suicídio nos últimos 45 anos, havendo elevada incidencia entre profissionais de saúde, os quais passam a ser considerados um grupo de risco. Este trabalho apresenta a visão de estudantes de medicina frente a organização e execução de um evento educativo e intervencionista sobre suicídio em um ambiente acadêmico, com o foco na conscientização de estudantes e pacientes do frequentadores ambulatório da universidade. O evento se iniciou com palestras que abordavam tanto a vivência de profissionais da saúde acerca do suicídio, contando com a participação de voluntários do Centro de Valorização da Vida (CVV) e suas próprias experiências. Posteriormente foi montada uma tenda, na qual 24 alunos do curso de medicina se alternavam para realizar a exposição do tema aos interessados e realização de atividades lúdicas visando o engajamento dos participantes. Além disso, através de um questionário de ideação suicida, certos participantes foram direcionados a uma consulta com psicólogos que acompanhavam a atividade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.