SENTIDOS DE CURRÍCULO E DE BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: DISPUTAS DISCURSIVAS EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

William de Goes Ribeiro, Simony Valim da Rocha

Resumo


Resumo

O objetivo do presente texto é discutir os sentidos de currículo e de Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no contexto de formação inicial de professores. A partir de uma perspectiva pós-fundacional do currículo, procuramos analisar diferentes articulações, bem como os discursos em disputa. Autores como Jacques Derrida, Michel Foucault e Homi Bhabha tem tido relevância na abertura de sentido do currículo. No entanto, vimos que, apesar dos esforços em significar currículo como um processo e luta de sentido, a abordagem essencialista e realista permanece impregnada, dificultando no campo mais amplo da educação um sentido de currículo deslocado de uma concepção limitada a documentos, grade curricular, ementas. Deste modo, remobiliza-se a ilusória dicotomia produção e implementação do currículo, cujos efeitos reiteram o eficientismo e as políticas de responsabilização docente.

Palavras-chave: currículo. BNCC. discurso.


Palavras-chave


currículo; BNCC; discurso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-2380

 

Indexadores:

Latindex,  Diadorim, Google AcadêmicoSumarios.Org