AS TRILHAS ECOLÓGICAS COMO ESPAÇOS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS: LEVANTAMENTO DE DISSERTAÇÕES E TESES BRASILEIRAS

José Renato Pin, Marcelo Rocha, Laura Rodrigues, Yasmin Góes

Resumo


Considerando as trilhas ecológicas como espaços não formais privilegiados à divulgação e ao ensino de ciências, este presente estudo tem por objetivo apresentar e analisar um levantamento feito no banco de teses e dissertações da Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior - CAPES, de publicações defendidas no período de 2000 a 2015 que tenham tratado de trilhas ecológicas voltadas ao Ensino de Ciências. Metodologicamente, o corpus documental, composto por 41 publicações, foi analisado qualitativamente com foco em descritores gerais relacionados a autoria, instituições, ano de defesa, áreas de concentração, dentre outros. Esses resultados permitem apontar que a maioria dos trabalhos estão ligados a Área de Ensino, em sua maioria produzidos na região Sul do Brasil, e apresentam implicações socioculturais relacionadas a Educação Ambiental, assim como apontam um grande potencial das trilhas ecológicas para com o Ensino de Ciências, abordando a capacidade das mesmas como ferramentas ao ensino e aprendizagem.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-2380

 

Indexadores:

Latindex,  Diadorim, Google AcadêmicoSumarios.Org