UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE OS SABERES DOCENTES NO PROCESSO DE FORMAÇÃO INICIAL DA LICENCIATURA EM QUÍMICA: RELAÇÃO COM AS ABORDAGENS PEDAGÓGICAS

Thaiara Magro Pereira, Andreia Weiss, Marcos Vogel, Caian Cremasco Receputi

Resumo


O objetivo deste trabalho é apresentar um estudo sobre as concepções de alunos do curso de Licenciatura em Química (UFES-ALEGRE) sobre os conhecimentos necessários para a atuação como professor de Química. Para isso, buscou-se relacionar os Saberes Docentes (TARDIF, 2014) com as Abordagens Pedagógicas (MIZUKAMI, 1986) na tentativa de compreender as concepções sobre o fazer docente nos professores em formação. A ação de coleta de informações se deu com o uso de entrevista semi-estruturada. Foram realizadas 10 entrevistas com licenciandos, foram submetidas à análise de similitude, com o apoio do software IRAMUTEQ, que destacou dois termos, professor e aluno, que apresentaram alta frequência e conexidade. Quanto aos saberes, destacam-se os saberes disciplinares nas respostas dos licenciandos, que demonstraram relação com a abordagem tradicional, enquanto, os saberes da formação profissional apresentaram relação com as abordagens humanista e cognitivista. Os saberes docentes foram apresentados como saberes compartimentados, com pouca ou nenhuma relações entre si, evidenciando a importância das pesquisas em ensino para compreender de forma mais profunda os processos formativos existentes para a Licenciatura em Química. 


Palavras-chave


Formação Inicial; Professor de Química; Saberes Docentes; Abordagens Pedagógicas; Análise de Similitude.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-2380

 

Indexadores:

Latindex,  Diadorim, Google AcadêmicoSumarios.Org