EDUCAÇÃO FINANCEIRA E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA CRÍTICA NO ENSINO MÉDIO: REFLEXÕES A PARTIR DE PESQUISAS

Danilo Pontual de Melo, Cristiane Azevêdo dos Santos Pessoa

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar, a partir de pesquisas em Educação Matemática, como a Educação Financeira (EF) vem sendo discutida no Ensino Médio através da articulação com elementos da Educação Matemática Crítica (EMC). Realizamos uma busca nos anais das últimas cinco edições de dois eventos nacionais de Educação Matemática para seleção dos estudos analisados. O foco está em estudos que tratam da EF através da relação com a EMC e que possui como nível de escolaridade pesquisado o Ensino Médio. Nossa investigação resultou em sete estudos selecionados para análise. Os trabalhos encontrados nos mostram a necessidade da abordagem da EF de forma crítica, visando principalmente a contribuir no processo de tomada de decisão dos estudantes, diante de situações financeiras. Quatro estudos tratam da contribuição do desenvolvimento de cenários para investigação na abordagem crítica da EF. Algumas pesquisas restringem a área da EF, quando se limitam apenas a discutir aspectos econômicos. Defendemos a importância de as pesquisas envolverem, além de questões relacionadas a finanças, também aspectos, sociais, políticos, culturais, psicológicos, ambientais, entre outros.


Palavras-chave


Educação Financeira; Educação Matemática Crítica; Ensino Médio

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-2380

 

Indexadores:

Latindex,  Diadorim, Google AcadêmicoSumarios.Org