LITERATURA EM DIÁLOGO: A INTERTEXTUALIDADE NA CONSTRUÇÃO DE SENTIDO EM "LINDA, UMA HISTÓRIA HORRÍVEL"

Márcia Rohr Welter, Tatiane Kaspari, Juracy Ignez Assmann Saraiva

Resumo


A literatura integra o circuito da cultura universal, correspondendo-se com outras manifestações culturais e consigo mesma, por meio de relações intertextuais. No presente artigo, pretende-se evidenciar a contribuição de intertextos para a construção de sentidos no conto “Linda, uma história horrível”, de Caio Fernando Abreu. Para tanto, conjugam-se pressupostos teóricos, especialmente de Samoyault (2008) e Genette (2006), à leitura crítico-interpretativa do texto. A análise do conto demonstra que, devido à sua qualidade estética, a narrativa conserva sua inteligibilidade caso os intertextos sejam desconsiderados no processo de interpretação. Contudo, eles são elementos previstos na tessitura textual como fatores de subjetividade, conferindo maior densidade à construção das personagens e ampliando as possibilidades de identificação do leitor com sua realidade sociocultural.

Palavras-chave


Análise literária. Intertextualidade. Linda, uma história horrível.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.